segunda-feira, julho 16, 2007

O maior mal das pessoas infelizes é não diagnosticar corretamente de onde vem a sua dor. Ninguém acha que tem culpa por as coisas estarem dando errado. É culpa do chefe, do ex, dos pais, dos políticos, do síndico, da tevê, de todos que fazem parte desse mundo do qual você foi expulso. Que tal assumir a responsabilidade sozinho para ver o que acontece?
Longe de mim fazer apologia ao papa da neurolingüística brasileira, Lair Ribeiro, mas devo reconhecer que a maioria dos nossos problemas foram originados dentro de nós mesmos. Ou seja, surge a pergunta que nao quer calar: quem e somente quem é que pode solucioná-los?
Tudo é uma questão de humor e de atitude: mude. Seu bom humor só depende de vc!
Escrevi isso pois eu tô vendo um monte de gente chateada, uma onda de baixo astral passou pela nossa atmosfera. Daí, visitando uns blogs queridos, dei de cara um um super texto da Carol Virmond que fala sobre resiliência. Whata hell? É a capacidade que a gente tem de enxergar o verdadeiro tamanho dos nossos problemas. Os otimistas são resilientes de carteirinha? Já aqueles que se deixam abater por qualquer pneu furado podem e devem aprender a ser mais resilientes. É gente, é uma questão de hábito. Dá sim prá aprender a deixar de ser baixo astral...
Olha que exercício interessante????
Quem quiser ler mais um pouco sobre a resiliência, aqui vai uma matéria bem legal da Revista Claudia.
beijo e muito boa noite!

Dream and laugh by kitskids

13 comentários:

Dani cretella disse...

É por isso que eu te adoro tanto!!!!! Vc é o máximo!!!
Alegria sempre!!!!!

Lilian disse...

é isso aí...vamos escancarar o sorriso, não só o do rosto mas o da alma !!!!
beijocas
Lili

Marieke Vermeulen disse...

Hi Renata,

Thanks so much for your nice comment on my blog! You have a great style!

xxxMarieke

thati penna disse...

é isso aí Rê!!!
Sabe q domingo minha mãe foi na missa e trouxe um texto lindo...poderia ser mais um entre tantos que ela sempre traz da igreja, no entanto me tocou de uma tal forma, que na mesma hora pensei, isso merece um mini, bem lindo , para que possa ser sempre lido por mim e minha familia.
O texto se nao me engano é da campanha da fraternidade ecumênica de 2005: "Felizes os que promovem a paz"
Bom, mas só pra te deixar curiosa, vc vai ler qdo o mini estiver pronto!
Beijos

disse...

Concordo plenamente! Acha que sou muito resiliente! :) Também notei quem tem uma onda de baixo astral por aí... Alegria, gente! Ah, e obrigada pelo comentário no mini da "crise"! Acho que tem a ver com esse sentimento, de ver o tamanho real dos problemas, encarar uma "crise" de forma leve e alegre, porque quando a gente para pra pensar, nem existe crise de verdade... O que são algumas briguinhas perto de tudo de bom na nossa vida! Vai ser uma honra ser liftada por vc!!! Bjs

Dan disse...

Eu sou resiliente, graças a Deus! E a você, que faz minha vida melhor me dando um texto desse pra ler.
Beijo!
love u.

Kátia Heringer disse...

Sabe Rê. Esse texto é a mais pura verdade...Ouvi várias vezes nesses últimos meses em q meu marido teve q fechar sua empresa, ficou desempregado, com um monte de obrigações pra cumprir que não sabiam como eu conseguia manter o sorriso no rosto. Isso é fé em Deus e fé em mim mesma! O resto é resto. Beijos minha querida e obrigada por esse texto tão emocionante e verdadeiro!

Bete disse...

Rê, eu adorei o texto no blog da Carol e já discutido bastante sobre o assunto, pois a monografia da minha colega de trabalho é sobre resiliência. Há tempos que uso uma frase, mas sem nenhuma apologia ao tema "as pessoas só te fazem aquilo que vc deixa". E tento pensar e agir assim....mas não é fácil.....é um exercício para todos os dias.
Bjks.

Ju Lima disse...

amei amei amei. está faltando um pouco de paz e amor no coração das pessoas!

Paola disse...

Oi Reeeee! To com saudades aqui em Campos! Adorei o tema! É isso aí, baixo astral é pra quem quer!
Vamos ser felizes!Afinal a gente só tem motivos pra isso!
Aliás, um dia a Vera me falou uma coisa que até hj lembro: "A dor é contingência, o sofrimento é opcional."
Né? Como diria a Star!
Bjsssssssssssssssss

Ju Tonin - Goodies disse...

Rê, adorei o texto!!! Afff que coisa mais bacana!!!
viu, dá um oi no meu blog que tem surpresa pra vc...
bjs mil

Silvinha disse...

Olha Rê, isso que vc falou é a mais pura verdade!!!! A tempestade em copo d'água que faz somos nós mesmos!!!! Muito legal eu ter lido isso!!!!!

Beijos, Silvinha.

Starlight disse...

Eu sou uma otimista assumida,ou seria Pollyana?nao sei mas hj em dia é bem mais fácil ser feliz com as minhas pequenas conquistas do que com meus tropecos diários!!!
Luv ya!

Ah to vendo exatamente agora um programa da Oprah que tá falando disso!hahahaha que coincidencia!